Vivo trocará papel por 2,4 mil tablets em suas lojas para habilitação de linhas

Por Fernando Paiva

Até o fim de março, todas as 310 lojas próprias da Vivo e suas cerca de 2,4 mil posições de atendimento receberão tablets para a realização de vendas de linhas pós e pré-pagas. A iniciativa, batizada de “venda sustentável”, foi iniciada em algumas lojas em dezembro passado e consiste em substituir toda a papelada usual por arquivos digitais, com o processo sendo gerido do começo ao fim através da interface de um tablet.

“Vendemos mobilidade, mas temos um processo de venda ainda arcaico, com muito manuseio de papel. Essa era uma cobrança antiga dos nossos colaboradores nas lojas”, explica Fernanda Morete, diretora de canais diretos da Telefônica/Vivo.

A comparação com a Apple Store é inevitável, mas a executiva lembra que as lojas da fabricante vendem apenas produtos, não serviços. No caso de uma operadora de telefonia, como a Vivo, é preciso coletar cópias documentos do consumidor, como comprovante de residência, RG e CPF, além da assinatura de um contrato de serviço. Tudo isso agora é feito através do tablet utilizado pelo vendedor. Os documentos são digitalizados através da câmera do tablet e enviados para o cadastro central da companhia. A assinatura do contrato é feita na própria tela do equipamento e uma cópia é enviada por email para o consumidor. A análise de crédito e a verificação remota da validade dos documentos é iniciada também a partir do tablet, que conta com um aplicativo desenvolvido para a Vivo e integrado aos seus sistemas. A empresa optou por um tablet Android da Samsung.

No momento, são sete lojas utilizando os aparelhos nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Recife, São Luis, Campo Grande e Juiz de Fora. Nelas, já se pôde constatar que o tempo médio de atendimento por cliente caiu de 30 para 20 minutos, graças ao uso dos tablets, que deram mais agilidade aos vendedores. A Vivo calcula que vai economizar 400 mil folhas de papel por mês quando o sistema estiver implementado em todas as suas 310 lojas.

Há planos de estender a novidade para os revendedores parceiros ao longo deste ano, mas falta definir o modelo de negócios.

Br-eDoc

A solução adotada pela Vivo foi criada pela brasileira BrScan e batizada como Br-eDoc. A BrScan fornece também o serviço de captura e análise de documentos de novos clientes para a operadora. A BrScan pretende levar a mesma solução para outros setores, como o financeiro, e eventualmente também para outras operadoras de telecomunicações.

Fonte: Mobile Time

Veja uma Palestra sobre Marketing Digital com o Diretor da NW


 

Na Verdade Mesmo, Eu Quero fazer um Treinamento Prático de Marketing Digital



Vamos tomar um café?

Gostaríamos de conhecer um pouco mais sobre a sua empresa e, assim, propormos as melhores estratégias de marketing digital. Aumente seu volume de negócios, conte com a gente!


Whatsapp (19) 9 9958-8021