Marco Civil da Internet é aprovado no Senado

Novas regras restringem, mas não impedem ações de Marketing direto, dando mais transparência aos usuários. Documento seguirá para sanção da presidente Dilma Rousseff

Por Renata Leite

O Senado aprovou, nesta quarta-feira, o Marco Civil da Internet sem realizar alterações ao texto que havia passado por votação na Câmara dos Deputados, em Brasília. O documento segue agora para sanção da Presidente Dilma Rousseff. As novas regras devem alterar a rotina das empresas, em especial as ações que envolvam Marketing direto. Apesar das restrições ao uso de informações de usuários disponíveis em sites e redes sociais para segmentar anúncios, as iniciativas não precisarão ser abolidas. Passarão apenas por adaptações.

A nova legislação impede que informações trocadas por meio de mensagens entre internautas sejam usadas para fim comercial, mas outros dados como curtidas em redes sociais e cliques em páginas ainda poderão ser aproveitados, desde que o usuário autorize. O Remarketing oferecido pelo Google não será influenciado pelas regras, caso o documento seja sancionado pela presidente. O texto colabora para dar mais transparência aos usuários.

Apesar das restrições, ainda há formas de atuar para se alcançar o público-alvo com assertividade na web. “Ainda existem muitas ferramentas de Marketing dirigido disponíveis. A partir de agora, as empresas terão que inovar mais, buscar outros meios. Vai atrapalhar um pouco, mas não ficou terrível”, explica Marco Antonio Badia, Diretor de Mídias Sociais da MKT Comunicação, agência especializada em comunicação digital.

Fonte: Mundo do Marketing



Vamos tomar um café?

Gostaríamos de conhecer um pouco mais sobre a sua empresa e, assim, propormos as melhores estratégias de marketing digital. Aumente seu volume de negócios, conte com a gente!


Whatsapp (19) 9 9958-8021