Facebook zomba de pesquisadores que previram morte da rede social

Há poucos dias pesquisadores da Universidade de Princeton revelaram um estudo que comprovaria: o Facebook tem data para morrer; de acordo com eles, a maior rede social do mundo perderia 80% de seus usuários entre 2015 e 2017. Tal afirmação deixou muita gente curiosa, principalmente no Facebook, que resolveu mergulhar no método de estudo dos pesquisadores e responder à “revelação” com uma piada.

Três cientistas de dados do Facebook divulgaram ontem à noite os resultados de estudos feitos de forma semelhante à do pessoal de Princeton e “descobriram” que a universidade também está com seus dias contados.

Usando princípios de que “correlação é igual a casualidade”, Mike Develin, Lada Adamic e Sean Taylor chegaram à conclusão de que Princeton deve desaparecer em breve. Eles analisaram quantidade de “curtidas” que a instituição tem no Facebook e de publicações acadêmicas feitas através do Google Scholar, além de ligar o Google Trends ao índice de matrículas.

Os resultados sugerem que “Princeton terá apenas metade de suas matrículas atuais em 2018, e em 2021 não terá matrícula nenhuma”. Eles aplicaram os mesmos métodos a uma pesquisa por ar e perceberam que, a considerar os resultados, até 2060 ele também não existirá mais. Então deram o recado:

“Nós não acreditamos realmente que Princeton ou o suprimento de ar do mundo irão a lugar nenhum em breve. Nós amamos Princeton (e o ar). Como cientistas de dados, quisemos dar um lembrete divertido de que nem todas as pesquisas são iguais – e alguns métodos de análise levam a conclusões bem loucas.”

Fonte: Olhar Digital

Veja uma Palestra sobre Marketing Digital com o Diretor da NW


 

Na Verdade Mesmo, Eu Quero fazer um Treinamento Prático de Marketing Digital



Vamos tomar um café?

Gostaríamos de conhecer um pouco mais sobre a sua empresa e, assim, propormos as melhores estratégias de marketing digital. Aumente seu volume de negócios, conte com a gente!


Whatsapp (19) 9 9958-8021