Como as marcas americanas investem no Facebook, Twitter e Youtube

Estudo realizado pelo Advertising Age e RBC Capital Marketers revela padrões de comportamento de anunciantes nas redes sociais

 

Como as marcas americanas investem no Facebook, Twitter e Youtube

 

POR MARK BERGEN

Do Advertising Age

Em maio deste ano, o Advertising Age realizou, em parceria com a RBC Capital Marketers, a quinta edição da pesquisa sobre o comportamento das marcas norte-americanas nas redes sociais. No total, foram entrevistados 1.682 executivos de empresas de marketing, mídia e agências. O estudo, que abrange Facebook e Twitter, incluiu pela primeira vez o YouTube.

Um dos primeiros aspectos analisados foi o aumento do investimento nas plataformas. Cerca de 45% dos entrevistados afirmaram destinar de 1% a 10% do budget total de marketing às redes sociais, enquanto 38% investem mais de 30% desse valor. A mesma pesquisa, publicada em setembro de 2013, revelou que na época apenas 29% dos anunciantes investiam mais de 30% em mídia social. Com relação ao objetivo principal da presença nas redes, 39% citaram “conscientização e sentimento pela marca” como prioridade. “Direcionar tráfego para o site” ficou em segundo lugar, com apenas 16%.

O Facebook ainda permanece como plataforma dominante, sendo a mais utilizada por 84% dos entrevistados. A maior parte dos investimentos em digital também é destinada à rede social de Zuckerberg. Com a queda do alcance orgânico, muitas empresas optaram pelos anúncios pagos. Porém, a estratégia para o próximo ano é apostar no Twitter como solução.

Cerca de 44% dos anunciantes afirmaram ter aumentado o investimento no Twitter nos últimos seis meses, e 63% planejam fazer o mesmo no ano que vem. Em contraste, 11% mantêm planos de diminuir os gastos com o Facebook, enquanto apenas 7% pretendem fazer o mesmo com o Twitter.

Segundo as marcas, tanto o Facebook como o Twitter apresentam produtos mais atraentes para mobile do que para desktop. No total, 36% observaram um ROI maior com anúncios mobile no Facebook, e 44% obtiveram o mesmo resultado no Twitter.

Em novembro, menos da metade dos entrevistados investiu em anúncios no Twitter. A pesquisa atual revelou que 73% dos anunciantes investem nesse serviço. Os tuítes promovidos ainda são a ferramenta preferida, utilizada por 79% das empresas. Ainda assim, o investimento é relativamente pequeno. Mais da metade dos executivos (65%) destina menos de 10% do orçamento do Twitter em anúncios pagos.

O estudo ainda revelou que apenas 12% das marcas utilizam o Facebook e o Twitter para promover campanhas na TV, sendo que apenas 7% consideram a possibilidade. Google continua na liderança quando o assunto é ROI. O site de busca foi listado pelas empresas como a melhor plataforma de anúncios. Já o YouTube ficou na quarta posição, atrás de Facebook e Twitter. Apesar de 30% dos anunciantes não investirem na plataforma de vídeo, pouco mais da metade dos entrevistados utiliza o YouTube e 54% deles esperam aumentar o orçamento destinado ao canal no próximo ano.

Fonte: Proxxima 



Vamos tomar um café?

Gostaríamos de conhecer um pouco mais sobre a sua empresa e, assim, propormos as melhores estratégias de marketing digital. Aumente seu volume de negócios, conte com a gente!


Whatsapp (19) 9 9958-8021