Cinco coisas que um CEO (ou você) jamais deve fazer no Facebook

Se você está no topo da hierarquia corporativa, as dicas ajudam a manter seu emprego. Se você quer chegar lá, #ficaadica para cuidar da sua presença online

O peixe morre pela boca, diz o ditado popular. No caso das redes sociais, ele morre por publicar bobagens no Facebook, sejam posts indiscretos, fotos ou discussões sobre tópicos que todos deveriam evitar. E nem adianta apagar, porque todos sabemos que estupidez viraliza rapidamente.

A executiva Mary C. Long, que é Chief Ghost na empresa Digital Media Ghost, especializada em estratégias de presença online para clientes corporativos, escreveu um artigo muito bomno site AllFacebook reunindo cinco dicas sábias – e quase óbvias – para líderes corporativos que se aventuram pelas redes sociais ou para profissionais que querem subir na hierarquia corporativa e precisam manter a folha corrida online impecável.

Mary é especialista em assessorar escritórios de advocacia e escolas sobre o tema da sabotagem social e como evitá-la. Vale, portanto, dar uma olhada nos conselhos:

1) Religião e Política, não!

Se sua profissão é criar confusão, vá em frente e começe um debate sobre qualquer um dos dois temas. Se você é CEO, no entanto, a coisa mais esperta a fazer é nunca tocar nos assuntos. Na rede social, no bar ou no escritório.

2) Selfies diários

Se você é o principal executivo de uma empresa, nem pense em sacar seu smartphone para publicar selfies diários engraçadinhos. É demissão na certa. Todo CEO tem uma imagem profissional a manter e um selfie tirado com a câmera do seu iPhone está longe de ajudar. Bom para narcisistas, péssimo para executivos!

3) Likes equivocados

E aqui não estamos falando só de escrever bobagem. Estamos falando em Likes distribuídos para vídeos e fotos estranhos ou constrangedores, por exemplo. Quando você aprecia um post, todos que estão conectados a ele ficam sabendo dos seus gostos e da sua vida particular.

4) Posts longos, arrependimentos tardios

Ninguém gosta de ler longos discursos contra ou sobre alguma coisa. E gosta menos ainda quando volta para ler novamente e descobre que o autor arrependido apagou o post. Guarde esse tipo de conteúdo para seu “querido diário”. E um aviso: se você acha que apagou seus rastros apagando o post, lembre-se que basta uma pessoa ter feito um screenshot da tela para que seu post tenha vida longa na internet!

5) Publicação automática do Twitter

Sincronizar seu Facebook com a sua conta do Twitter está ok. Mas sincronizar seu Twitter com o Facebook é desesperador. Ninguém quer saber no Facebook o que você tuitou, retuitou ou fez. Esse material é próprio do Twitter e só fica bem lá. Além obviamente de ser muito mais tolerado pela natureza da rede social.

Fonte: IDGNOW!



Vamos tomar um café?

Gostaríamos de conhecer um pouco mais sobre a sua empresa e, assim, propormos as melhores estratégias de marketing digital. Aumente seu volume de negócios, conte com a gente!


Whatsapp (19) 9 9958-8021