Análise por país mostra que selfies de brasileiros são mais felizes

por ALINE JESUS

A alegria costuma ser a característica mais marcante do povo brasileiro e isso pode ser comprovado em um estudo chamado “SelfieCity”. O levantamento analisou mais de três mil selfies de todo o mundo e identificou que os autorretratos de pessoas do Brasil são os ‘mais felizes’ entre os pesquisados.

Em 2013, as “selfies” viraram moda, e se tornaram a “palavra do ano” do Dicionário Oxford. Para estudar este fenômeno, o SelfieCity coletou 650 mil imagens do Instagram de cinco cidades: Nova Iorque, Moscou, São Paulo, Berlin e Bangkok, entre os dias 4 e 12 de dezembro.

Então, o time de pesquisadores identificou as selfies, fez estimativas de idade e também de gênero de quem se registrou nas imagens e filtrou tudo até chegar ao máximo de 640 fotos por cidade. A partir deste universo é que foram realizadas todas as estatísticas divulgadas no estudo.

“Normalmente, a visualização de dados é baseada em números. Mas um simples não número não pode resumir uma foto. Não é um ponto de data, mas sim um mundo completo, cheio de significados, emoções e padrões visuais”, diz Mortiz Stefaner, líder da pesquisa.

Alguns dados interessantes foram revelados, como o fato de o número de “selfies” ser bem menor do que parece: somente 3% a 5% de todas as fotos que foram salvas no início da pesquisa eram autorretratos. Informações não muito surpreendentes são as de que os mais jovens, e principalmente as mulheres, tiram mais fotos deste tipo.

Os dados da cidade de São Paulo mostram que os brasileiros estão entre os que mais sorriem: 0.64 na pontuação de sorrisos, atrás só de Bangkok, de 0.68. A pesquisa diz ainda que, em São Paulo, as poses das selfies femininas são mais “sexy”. Ou seja, as mulheres inclinam mais o ângulo para mostrar o corpo: 16.9°, em média. Uma curiosidade é que, se por um lado os brasileiros adoram sorrir e fazer selfies mais felizes, por outro os russos são os criadores dos selfies mais “desanimados”.

Esta foi apenas uma amostra da pesquisa que continua em busca de fazer análises ainda mais completas, e de mais regiões do mundo.
A ideia é tentar desvendar padrões dos comportamentos das pessoas que publicam “selfies” no Instagram, de acordo com suas situações momentâneas e locais onde vivem.

Via Fast Co Design e SelfieCity

Fonte: Techtudo



Vamos tomar um café?

Gostaríamos de conhecer um pouco mais sobre a sua empresa e, assim, propormos as melhores estratégias de marketing digital. Aumente seu volume de negócios, conte com a gente!


Whatsapp (19) 9 9958-8021