5 fatos que pequenas empresas precisam saber sobre a Big Data

A Big Data é uma fonte de informações valiosas que estão em fontes que sua empresa já possui. Para ter certeza de que seu negócio não está perdendo grandes oportunidades, confira cinco pontos que desmistificam o tema:

 
1. O que é Big Data
Você pode obter diferentes respostas de vários profissionais, mas, no final das contas, data significa dados. E dados são simplesmente dados.

 
Não é o tamanho do dado que importa. Grandes ou pequenas empresas coletam muitos dados dos consumidores, e a capacidade de integrá-los aos diferentes tipos de informação para tomar decisões importantes é a essência da Big Data.

 
Os benefícios da Big Data são múltiplos: logística, previsões financeiras. Mas, principalmente, significa impulsionar informações para se ter ideia do cenário de comportamento e preferências dos consumidores para personalizar preferências.

 
Portanto, é também uma forma de capturar pontos para melhorar a experiência do usuário e a percepção da marca em longo prazo.

 
2. Para que serve a Big Data
Com tantas empresas confusas com o significado da Big Data, não é nenhuma surpresa que não entendam seu propósito.

 
No varejo, por exemplo, os dados servem para saber se o consumidor abre e-mails, com que frequência ele compra online e em lojas físicas, quanto postam em suas contas de social media e se abrem e-mails promocionais.

 
Caso não entendam o que a Big Data proporciona, empresas correm o risco de permanecer com estratégia errada e resultados irrelevantes.

 
Empresas de pequeno porte devem focar nos mais variados dados que têm sobre seus clientes e utilizá-los para resolver seu maior problema.

 
3. Como se aproximar da Big Data
Dados não devem ser coletados sem questões previamente formuladas. E essas perguntas devem ser certeiras para começar a estratégia e obter insights que resultem em lucro. Fazer as perguntas certas pode ajudar as empresas a evitar crises. Como um supermercado cujos dados indicam que produtos sem glúten não vendem, mas se esses dados forem integrados com dados dos consumidores, a mercadoria que vende pouco pode atrair uma parcela de consumidores bastante rentáveis.

 
4. Quanto custa a Big Data
Existem recursos a diversos preços e, portanto, é errada a noção de que ferramentas e cientistas de dados custam muito para o budget de pequenas empresas.

 
Existem opções de serviços na nuvem e ferramentas de Big Data com baixo custo mensal. Em vez de contratar em especialista em tempo integral, contrate um consultor duas vezes ao mês.

 
5. Como a Big Data funciona
A Bid Data não é uma tecnologia que vai prever o sucesso de sua empresa. Em vez disso, é um meio que fornece dados para criar valor para consumidores e para o negócio.

 
O primeiro passo é identificar quais problemas precisam ser resolvidos, identificar os dados que podem responder às questões e interpretar os resultados para tomar algumas decisões.

 
As empresas não devem se preocupar com a tecnologia em sai, mas em como ela se aplica e cria valor para o tipo de negócio que operam.

 

Fonte: Proxxima



Vamos tomar um café?

Gostaríamos de conhecer um pouco mais sobre a sua empresa e, assim, propormos as melhores estratégias de marketing digital. Aumente seu volume de negócios, conte com a gente!


Whatsapp (19) 9 9958-8021