5 dicas de RP para ser estratégico na mídia digital

Moema Zuccherelli, diretora da Lide Multimídia (PR) dá dicas de como construir uma boa imagem no ambiente online acompanhando tendências do mercado.

5 dicas de RP para ser estratégico na mídia digital

 

POR NATHALIE URSINI
Do Meio & Mensagem

Pode ser clichê, mas a frase “a internet é o melhor lugar para se esconder” é verdadeira quando a estratégia não é bem traçada. De acordo com o Interactive Advertising Bureau (IAB), o investimento publicitário no meio digital deve chegar a R$ 7 bilhões neste ano Brasil e para Moema Zuccherelli, diretora da Lide Multimídia (PR), criar e fazer a manutenção de uma boa imagem na internet é uma estratégia que muitas empresas têm dificuldades de estabelecer.

Para isso, a diretora descreve cinco passos para o sucesso no digital. “Com um número cada vez maior de segmentos no mercado, é requisito básico para qualquer negócio saber se inserir nas suas áreas de interesse. É preciso criar um posicionamento de marca e administrá-lo, independentemente da área em que se atua”, explica Moema.

Confira as dicas e cases que Moema destacou para cada um dos tópicos:

1 – Conheça seu negócio

“O bom posicionamento de uma marca e a venda de sua imagem surge a partir do know-how e de um diagnóstico do mercado em que se está inserido. Se mostrar consistente – e cumprir essa consistência com resultados – não só cria uma reputação de credibilidade, mas estabelece também valores que serão utilizados no futuro para consolidar sua imagem: qualidade, conhecimento de sua área e profissionalismo. Para isso, o planejamento e um diagnóstico do nicho em que se está inserido é fundamental. Definido o público alvo e suas necessidades, mais prática será a construção da imagem e quais os veículos para chegar ao seu consumidor.
O Guaraná Antarctica soube relacionar sua marca às mídias sociais. Um notório case de sucesso, implementou ações que envolviam latinhas de refrigerante e curtidas (a cada mil likes em determinado vídeo no YouTube, uma instituição beneficente receberia uma cadeira de rodas), um carro movido a interações (de pessoas no seu Facebook oficial) e uma estratégia que nunca visou um número exorbitante de curtidas, mas sim maior interação com sua fanbase. Hoje, é uma das marcas mais amadas no meio digital, no Brasil.”

2 – Personalize o atendimento nas redes sociais

“Estar nas mídias sociais é oferecer um canal de comunicação aberto com o seu cliente, uma conversa direta sem intermediador. Poucas se dão conta disso, mas este é mais um serviço em que é necessária mão de obra qualificada. Uma boa equipe de social media tem mais chance de potencializar a maneira que o público vê a sua empresa do que um anúncio de página inteira num jornal, dependendo da situação. Diálogo franco e honesto – além de agilidade nas respostas, algo muito exigido na era digital – são as bases desse tipo de contato.
Com 2 milhões de fãs e um atendimento personalizado a qualquer tipo de dúvida, a MRV Engenharia tem como focos nas redes sociais manter a proximidade aos clientes. Mais do que isso, é também o melhor canal para acompanhar as novidades e investimentos da marca. Possui áreas específicas de interação e chat sobre vendas e ofertas.”

3 – Crie conteúdo relevante


“Mais do que curtidas e seguidores, é preciso engajar usuários nos assuntos divulgados pela empresa. No Facebook, por exemplo, a opção ‘parar de seguir’ descarta para sempre qualquer assunto que não interesse ao usuário e esteja amontoado em seu feed de notícias. Isso transforma aquela curtida em apenas mais um número que até pode servir para aumentar a reputação de sua empresa, porém não tem utilidade para estabelecer um canal de comunicação. Evitar institucionais irrelevantes para a vida do cliente e ter sempre assuntos dinâmicos (em que se possa inserir determinadas ações da empresa) são o caminho ideal para ter feedback e repercussão nas redes.

A JCS Network, uma empresa na área de gestão e RH, tem um case recente de sucesso na relação de suas mídias sociais com o que é publicado na mídia. São temas relevantes ao mercado de desenvolvimento humano e organizacional – conselhos, dicas, métodos, livros e pensadores da área – que pautam veículos como Época Negócios, Exame, O Globo, Pequenas Empresas Grandes Negócios e O Estado de Minas, entre outros.”

4 – Engaje com responsabilidade


“A participação dos funcionários nas ações da empresa costumam ser benéficas, e são potencializadas num ambiente de interação como a internet. Perguntas de clientes respondidas por perfis próprios costumam render uma boa aceitação, além de mostrar quem são os profissionais responsáveis pelo que eles consomem. No entanto, é preciso sincronia entre o que diz o perfil da empresa e o dos funcionários, para não haver contradições no futuro: já se tornaram comuns virais e memes em que um empregado acaba sendo mal-educado ou postando algo que vai na contramão da proposta de uma empresa.

Com apenas cinco meses e funcionando 24 horas por dia, a iniciativa do Palladium Shopping Center de atender os seus clientes e lojistas via WhatsApp e Facebook tem se provado um grande sucesso. Já com demandas superiores a do call center, o Whatsapp do Palladium é um canal reativo, isto é, que esclarece qualquer tipo de dúvidas e não envia “spam” para seus contatos. Já no Facebook, estão concentradas todas as infos relacionadas a ações relacionadas ao shopping center. Considerada inovadora, a iniciativa aproxima ainda mais o cliente da marca: hoje 74% dos smartphones do mundo contam com o app.”

5- Facilite o acesso


“Algo a se aprender com grandes companhias tecnológicas, como Apple e Google, é que o minimalismo é o que dita todas as suas empreitadas. Apesar de oferecerem serviços que costumam ditar tendências, o design de seus sites e gadgets costumam ser simples e instintivos, com uma curva de aprendizado grande. Assim deve ser o site oficial da sua empresa: em vez de uma introdução com vídeos ou animações, opte por ser direto ao assunto e com poucas seções principais para divulgar o trabalho. O consumidor deve saber, naturalmente, chegar ao que lhe interessa em poucos cliques.

O site oficial da agência WeShape Creatives é um exemplo clássico de informação clara e sem interferências. Moderno pela simplicidade, conta com poucos ícones e imagens grandes, que destacam em alta resolução imagens de ambientações e marcas conhecidas do grande público, como Nike, Ferrero Rocher e Brastemp. Logo de cara, já mostra um portfólio eficiente e conciso, sem utilizar efeitos ou outros aditivos que podem não funcionar bem em tablets e smartphones.”

Fonte: Proxxima 



Vamos tomar um café?

Gostaríamos de conhecer um pouco mais sobre a sua empresa e, assim, propormos as melhores estratégias de marketing digital. Aumente seu volume de negócios, conte com a gente!


Whatsapp (19) 9 9958-8021